Toplivros - Detalhes do produto: El Gaucho, Milo Manara, Hugo Pratt por apenas R$ 25,00
Capa do livro El Gaucho, Milo Manara, Hugo Pratt

El Gaucho

Milo Manara, Hugo Pratt

Editora: Conrad

Páginas: 144

Ano: 2006

ISBN: 9788576161806

R$ 39,00R$ 25,0035,9% de desconto

Condicionado a quantidade em estoque

Frete calculado no carrinho de compras

Dois gênios absolutos dos quadrinhos italianos. Um capítulo fundamental na história da América do Sul. Costurando as memórias fragmentadas de um misterioso velho indígena, Hugo Pratt e seu ilustre discípulo Milo Manara criam uma trama de poder, traição, sexo, romance e luta por independência. Na virada do século XIX, a aliança entre a França de Napoleão e a Espanha ameaçava os interesses da Inglaterra, grande potência mundial. A invasão do então Vice-Reino do Prata surgia como opção estratégica aos ingleses, mas a manobra era arriscada. Em caso de êxito, uma aliança importante com os platinos nasceria; em caso de fracasso, a liga franco-espanhola se fortaleceria. O ímpeto do comodoro Sir Home Popham não aguardou uma decisão oficial e, com a promessa de libertar os colonos do jugo espanhol, ele decide tomar Buenos Aires. Mas enfrentaria ainda muitos outros obstáculos: a desconfiança dos locais, a resistência dos espanhóis e as intrigas internas entre os militares ingleses. Enquanto isso, a bordo de um navio de nome sugestivo, o Encounter, a jovem irlandesa Molly Malone e o tambor Tom Browne vivem um romance tórrido e impossível. Ela, como as outras garotas da embarcação, pertencem aos militares ingleses e estão à sua disposição para os mais diversos tipos de favores. Mas, junto com o corcunda Matthew e o contramestre Clagg, ela sonha fugir e ser finalmente livre em terras sul-americanas. Misturando realidade e ficção de forma única nos quadrinhos, El Gaucho registra um momento decisivo na independência da América. Com graça, bom humor e uma boa dose de belas garotas nuas, os mestres italianos contam uma história anônima, mas legítima, da Reconquista. E, no caminho, resgatam elementos tão fundamentais quanto ignorados sobre a tradição política da Argentina - como a mobilização de negros e indígenas para proteger Buenos Aires. Um momento em que as massas excluídas da colônia ocuparam pela primeira vez lugar de destaque na luta pela liberdade. Conteúdo para maiores de 18 anos.